O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Sem o goleador, há um vazio a preencher em Baku

Sem o goleador, há um vazio a preencher em Baku

Nos oito jogos oficiais de Portugal em 2021, só três jogadores assinaram golos para além de CR7 e desses apenas Diogo Jota marcou mais do que um.

A teoria reza assim: Portugal joga melhor sem Cristiano Ronaldo. E se não há nada a provar que isso não seja verdade (nem o contrário), também não é mentira que o capitão continua a ser decisivo, algo que se torna mais evidente quando ele não está, como acontecerá esta tarde, em Baku, num jogo muito importante para as aspirações portuguesas em chegar ao Campeonato do Mundo. Nos oito desafios que a seleção disputou em 2021, só outros três jogadores também marcaram golos, sintoma de uma certa dependência que convém, pelo menos, disfarçar frente ao Azerbaijão.

Para além de CR7, apenas Raphael Guerreiro, Palhinha e Diogo Jota integram a lista dos goleadores nos últimos meses, sendo que só o avançado do Liverpool marcou mais do que uma vez (4) e valeu pontos, ao bisar no empate na Sérvia (2-2). De resto, contra o Azerbaijão, Luxemburgo, Hungria, Alemanha, França, Bélgica e Irlanda, o vazio é tão evidente quanto preocupante, principalmente no que diz respeito aos jogadores com características mais ofensivas, com destaque para Bernardo Silva e Bruno Fernandes, os craques que surgem logo a seguir a Ronaldo na hierarquia. Nos oito jogos em questão, CR7 marcou oito vezes, mais duas do que os restantes selecionados por Fernando Santos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG