Futebol

Sérgio Conceição: "A humildade e o respeito têm que estar sempre presentes"

Sérgio Conceição: "A humildade e o respeito têm que estar sempre presentes"

O treinador do F. C. Porto afirmou que o jogo deste sábado foi "estranho" e considerou que a equipa azul e branca podia ter marcado "oito ou nove golos".

"Foi um jogo estranho. Entrámos muito bem, fizemos o golo e tivemos mais quatro ocasiões claras para marcar. Depois, quando tivemos a primeira desconcentração, ao perdermos a bola em zona proibida, sofremos o golo. Continuámos por cima, estávamos bem e sentíamos que podíamos marcar mais, mas do nada, estamos a perder 2-1. Tínhamos tudo para tornar o jogo fácil e ficámos a perder 2-1. Entrámos na segunda parte a criar cinco ou seis ocasiões claras de golo. Não sei se um ou outro jogador sentiu que o resultado estava fechado, mas, numa nova aproximação, o Tondela faz o 4-3. E depois foi um bocadinho dos deuses do futebol. Podíamos ter feito oito ou nove golos neste jogo, não estou a exagerar, e acabámos a sofrer uma bola na barra que podia dar o empate", começou por dizer.

Sérgio Conceição considerou ainda o duelo do dragão "bom para os adeptos" mas mau para ele.

"Falta de concentração? No futebol tudo se paga. A humildade e o respeito têm que estar sempre presentes, a concentração competitiva tem que estar sempre presente, todos os dias, em qualquer treino. E hoje faltou-nos essa concentração. Na antevisão disse que prefiro ganhar 1-0 do que 4-3, mas para os adeptos, que dizem que o futebol não é espetáculo, isto foi um espetáculo dos diabos. É bom para o adepto, mas para mim não é. Não é normal sofrermos três golos em casa, como sofremos esta época, mais do que uma vez", concluiu.

O F. C. Porto venceu (4-3), este sábado, o Tondela na nona jornada da Liga no Estádio do Dragão. Zaidu, Marega, com um bis, Taremi e Rafael Barbosa marcaram os golos. Uribe foi expulso aos 90+2.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG