O Jogo ao Vivo

Empate

Sérgio e a contestação: "Pego nas minhas malas e vou embora"

Sérgio e a contestação: "Pego nas minhas malas e vou embora"

Frustrado com o empate (2-2) frente ao Rio Ave após o F. C. Porto ter estado com vantagem de dois golos, Sérgio Conceição diz que este não é o momento para pedir desculpa aos adeptos.

"É ingrato o que aconteceu, mas os culpados somos nós, a começar por mim. Não é possível estar a ganhar 2-0, poder fazer o 3-0 e o 4-0 e acontecer isso. Temos jogadores experientes, com alguns anos de futebol e oferecemos o primeiro golo. O segundo foi um ressalto", começou por analisar o treinador dos campeões nacionais.

"É inexplicável. Há que assumir as responsabilidades e sou o primeiro a fazê-lo. Estamos frustrados porque não merecíamos o que aconteceu até aos 75 minutos. Depois disso... Agora há que assumir a responsabilidade porque nesta altura os adeptos não querem saber de desculpas, querem ganhar como eu e a equipa", acrescentou.

Quanto à contestação dos adeptos, Sérgio Conceição deixou uma mensagem clara. "Eles que me assobiem, vou embora no final da época, não há problema. Sou eu que treino os jogadores, se há algo negativo a acontecer é o treinador que paga. Tenho de assumir a responsabilidade. Pego nas minhas malas e vou embora, não há problema absolutamente nenhum", atirou.

A terminar, o treinador dos dragões analisou as contas atuais do campeonato. "Estamos à frente, temos mais um ponto que o Benfica mas queríamos estar com mais três", finalizou o técnico, insatisfeito com o desaire dos dragões diante do Rio Ave.