O Jogo ao Vivo

F. C. Porto

Sérgio Conceição: "Não podemos ser carne para canhão"

Sérgio Conceição: "Não podemos ser carne para canhão"

Treinador alerta para a sobrecarga de jogos e confirma a baixa de Otávio para a receção ao Rio Ave. "É preciso rever o calendário no futebol português. Não podemos prejudicar as equipas que jogam na Europa", diz Sérgio Conceição.

Na antevisão à partida com o Rio Ave (segunda-feira, 19 horas), Sérgio Conceição reconheceu que não tem sido fácil gerir o grupo, devido aos problemas associados à covid-19, ainda para mais num momento em que o calendário vai apertar. "Jogamos com o Rio Ave passado 68 horas do jogo da Taça com o Gil Vicente, temos o Belenenses a seguir e depois uma dupla jornada com o Braga, para além do Boavista. São jogos de três em três dias. Depois, para descansar um bocadinho temos a Juventus", disse Sérgio, com ironia.

"Vamos ter de ser muito criativos e inteligentes na abordagem aos jogos, porque isto vai exigir o máximo de nós. As condições não são as ideais e no final, independentemente do resultado, o treinador é que dá a cara. Há muita coisa a rever no calendário do futebol português. Não podemos ser carne para canhão", completou.

Sérgio Conceição voltou a falar aos jornalistas, depois de não ter feito a antevisão aos jogos com o Farense e Gil Vicente, devido a uma forte gripe. "Estou melhor, mas não a 100%. A minha situação é menos grave, porque não jogo, mas não tem sido fácil. O Otávio está fora amanhã", acrescentou, adiantando depois que o médio também deve falhar o encontro com o Belenenses SAD. "Tem uma pequena lesão muscular, vamos avaliando diariamente para ver a evolução mas além do Rio Ave também deve ficar de fora no próximo", pormenorizou.

O Rio Ave visita o Dragão com novo treinador, ou melhor com o regresso de Miguel Cardoso ao banco, e Conceição espera um adversário forte: "Conhecemos aquilo que são as ideias padrão do Miguel e conhecemos individualmente os jogadores do Rio Ave, agora preocupa-nos mais aquilo que podemos controlar e que queremos fazer para conquistar os três pontos".

O técnico felicitou Abel Ferreira pela conquista da Taça Libertadores e comentou as palavras do treinador português, que disse que atualmente é melhor treinador, mas pior pai, filho, marido e tio. "Esse é o sentimento de alguém que vive o futebol de forma apaixonada. Acabamos por prejudicar a família em termos de disponibilidade de tempo, agora não deixo de amar os meus filhos, dar a melhor educação e tentar ser sempre um melhor pai, marido e amigo. Temos de abdicar algum tempo, mas depois temos algumas alegrias como aquela que teve o Abel ontem, compensa o sacrifício. É esse equilíbrio que temos de ter na vida. Compreendo perfeitamente as palavras do Abel, porque a família sofre muito connosco (...) Quero enviar-lhe um grande abraço e dar os parabéns à equipa técnica do Palmeiras. O Jorge Jesus venceu no ano passado, agora foi o Abel, e isso é a demonstração inequívoca da qualidade do treinador português", concluiu Conceição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG