F. C. Porto

Sérgio Conceição suspenso por 15 dias e em risco para o clássico

Sérgio Conceição suspenso por 15 dias e em risco para o clássico

O treinador dos dragões foi condenado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol por causa de críticas ao árbitro do jogo com a B-SAD, da época passada, e corre o risco de falhar o duelo com o Benfica, a contar para a Taça de Portugal.

O castigo refere-se ao duelo de fevereiro deste ano no Estádio do Jamor. B-SAD e F. C. Porto empataram a zero, numa partida marcada por um choque violento entre o guarda-redes Kritciuk e o lateral portista Nanu, que sofreu uma concussão cerebral e um traumatismo, que o obrigaram a receber tratamento hospitalar.

No final do encontro, Sérgio Conceição teceu duras críticas ao facto de o árbitro Fábio Veríssimo não ter marcado penálti nesse lance. "Não sei como é que este árbitro, que está sob uma polémica incrível, vem apitar um jogo que pode ser decisivo para o título. Há dois jogadores em três situações que deveriam ter sido expulsos. Um até deveria ter visto vermelho no lance com o Corona! É inacreditável como não o expulsa... Um árbitro que vem de uma polémica e o Conselho de Arbitragem mete-o aqui. É revoltante. O balneário está revoltado. E este penálti, é penálti em todo o lado! É involuntário? Mas alguém faz penáltis de forma voluntária? Hoje fomos enganados, hoje fomos roubados", afirmou, na altura o técnico.

O CD considerou que as declarações configuram a prática da infração disciplinar do artigo 136.º (lesão da honra e da reputação e denúncia caluniosa), pelo que condenou Conceição a 15 dias de castigo, multando-o, ainda, em 7650 euros.

As duas semanas de suspensão começam a contar a partir de sexta-feira e terminam no dia 24 deste mês, pelo que Conceição pode vir a falhar o encontro com o Benfica, dos oitavos de final da Taça de Portugal, que está agendado para o dia 23. O JN sabe que o F. C. Porto ainda estuda a possibilidade de recorrer do castigo.

A partida com o B-SAD também valeu um castigo a Francisco J. Marques, diretor de Comunicação do F. C. Porto, que foi suspenso por 45 dias e multado em 7650 euros. O capitão de equipa Pepe foi absolvido "em virtude da prescrição do procedimento disciplinar", segundo explica o comunicado divulgado pelo CD.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG