Guerra na Ucrânia

Shakhtar Donetsk pede indemnização milionária à FIFA pela suspensão de contratos

Shakhtar Donetsk pede indemnização milionária à FIFA pela suspensão de contratos

O Shakhtar Donetsk vai pedir uma indemnização de 50 milhões de euros à FIFA por perda de receitas em eventuais transferências de quatro jogadores, que puderam suspender os seus contratos devido à guerra na Ucrânia.

A decisão de FIFA de permitir aos jogadores estrangeiros a suspensão dos contratos que os ligavam a clubes ucranianos e russos devido à guerra na Ucrânia pode valer uma indemnização milionária ao Shakhtar Donetsk.

O clube ucraniano vai pedir, junto do Tribunal Arbitral do Desporto, uma compensação a rondar os 50 milhões de euros por eventuais receitas perdidas pela impossibilidade de transferir quatro atletas, sem os identificar, que optaram por suspender o seu vínculo e seguir a carreira, temporariamente, noutro clube.

PUB

Desde que a regra entrou em vigor, vários jogadores brasileiros abandonaram o Shakhtar, entre os quais Alan Patrick, Maycon ou Junior Moraes, este último naturalizado ucraniano, que optaram por regressar ao Brasileirão.

De recordar que a FIFA decidiu alargar até 2023 o regime excecional que permite a suspensão do contrato a jogadores estrangeiros que atuam na Rússia e na Ucrânia, pese embora o regresso da liga ucraniana estar agendado para o próximo mês de agosto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG