Desporto

Silêncio no regresso do F. C. Porto aos treinos

Silêncio no regresso do F. C. Porto aos treinos

Depois dos apupos à comitiva do F. C. Porto no aeroporto, Pinto da Costa fez questão de assistir ao treino desta quarta-feira na ressaca da derrota no terreno do APOEL, que coloca em risco o apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

O céu cinzento que cobriu o centro de treinos do F. C. Porto reflectiu-se no estado de espírito dos jogadores, muito mais silenciosos durante a execução dos trabalhos do que nas outras ocasiões. O caso não é para menos face à improdutividade da equipa na derrota, por 1-2, com o APOEL Nicósia, em Chipre.

Também em função do mau momento, o presidente Pinto da Costa fez questão de assistir ao treino ao lado de Antero Henrique, abandonando, pouco depois, as instalações do centro de treinos no automóvel conduzido pelo director-geral. Fica aqui a prova de que o líder portista está completamente recuperado da quebra de tensão arterial ocorrida durante a viagem de regresso do Chipre.

Numa tarde particularmente silenciosa, e no tempo em que os jornalistas puderam assistir ao treino, apenas James Rodríguez procurou animar os colegas ao aplaudir Cristián Rodríguez e Otamendi durante um exercício de finalização praticado pelos jogadores que não foram titulares ontem. Os restantes trabalharam à parte e apenas se limitaram a exercícios físicos.

Fucile não treinou, mas só no final da sessão se saberá os motivos, quando for divulgado o boletim clínico. Não estavam adeptos à porta do centro de treinos.

Outras Notícias