Futebol

Son de regresso ao Tottenham após cumprir serviço militar

Son de regresso ao Tottenham após cumprir serviço militar

O futebolista sul-coreano completou o serviço militar obrigatório de três semanas como um dos cinco melhores alunos do curso, e já pode regressar ao Tottenham.

Son Heung-min, de 27 anos, aproveitou a paragem das competições no futebol inglês por causa da pandemia da covid-19 para cumprir o serviço militar, tendo sido integrado no Corpo de Fuzileiros Navais, localizado na ilha de Jeju, no sul da península.

O Tottenham anunciou no Twitter o fim do serviço militar obrigatório do avançado, a quem expressou "parabéns" e um "até breve", referindo o regresso a Londres na próxima semana.

Son esteve isento do serviço militar obrigatório por quase dois anos, algo que poderia ter comprometido a carreira no futebol, graças à medalha de ouro conquistada com a equipa sul-coreana nos Jogos Asiáticos de 2018, na Indonésia.

O título conquistado nos Jogos Asiáticos permitiu-o cumprir as obrigações militares por um período reduzido de apenas três semanas de treino básico e cerca de 500 horas de serviço comunitário.

O futebolista foi considerado um dos cinco melhores elementos do curso, de entre um total de 157, segundo declarações de um porta-voz do Corpo de Fuzileiros Navais sul-coreano à agência de notícias France-Presse.

"Son foi excecional em todas as áreas do treino, incluindo ética militar e educação em segurança", acrescentou o porta-voz da força militar.

O campeonato inglês encontra-se suspenso desde meados de março, devido à pandemia do novo coronavírus, e nenhuma data foi ainda adiantada para o regresso da competição.