Sporting

Sousa Cintra: "Varandas não tem jeito para ser presidente"

Sousa Cintra: "Varandas não tem jeito para ser presidente"

O ex-presidente do Sporting, Sousa Cintra, não conseguiu falar na assembleia-geral do Sporting ao ser alvo de ruidosa contestação por parte dos sócios e à saída do pavilhão João Rocha deixou duras críticas à atuação de Frederico Varandas.

"Queria ter tido a oportunidade de falar e é na assembleia que se deve fazer. Infelizmente não foi possível falar porque aquele ruído era de tal ordem que não valia a pena estar ali com muitas coisas", começou por referir o antigo presidente da Comissão de Gestão, atirando de seguida: "O presidente Varandas não está a conduzir bem os destinos do Sporting e os sócios deviam poder dizer, frente a frente, o que pensam sobre o clube, qual é o comportamento dele. Não consigo entender como é que um sportinguista não tem uma palavra de agradecimento à Comissão de Gestão, que fez um trabalho fantástico. É absurdo".

"Houve pessoas que andaram ali sem ganhar nada, trabalharam por amor ao clube. Ele disse numa entrevista um chorrilho de disparates e coisas que não são verdade. Não respeita minimamente os sócios, não tem jeito para ser presidente, em vez de agradecer, não respeita aqueles que servem o clube e parece que ele é o dono da quinta", criticou Sousa Cintra, continuando: "A grandeza do Sporting está entregue a um presidente que é 'quero, posso e mando'. E não pode ser, pois é uma posição de muita responsabilidade".

Pese a contestação o ex-dirigente desejou a Frederico Varandas "o maior sucesso e também ao Silas". E finaliza: "Gostaria que os sportinguistas estivessem unidos. Mas, para que isso aconteça, é preciso que o presidente dê essa palavra de união".