Futebol

Sporting critica postura do Benfica sobre bilhetes no dérbi

Sporting critica postura do Benfica sobre bilhetes no dérbi

Leões acusam águias de falhar ao acordo da primeira volta e criticam Liga por permitir que o "Benfica seja um caso de exceção do futebol português"

Nova polémica com bilhetes para o dérbi entre Benfica e Sporting. Depois de na primeira volta os encarnados terem exigido a partilha de dados pessoais de adeptos dos leões, o emblema verde e branco acusa as águias de não aceitarem o mesmo procedimento para o jogo em Alvalade.

"Em plenas Jornadas Anuais da Liga assistimos a mais uma jornada onde fica por demais evidente que na primeira volta a Benfica SAD tinha única e exclusivamente o intuito de impedir que os adeptos leoninos assistissem ao Benfica-Sporting", pode ler-se, em comunicado publicado pelos leões.

Em causa aquilo que os leões afirmam ser uma "imposição unilateral da Benfica SAD em apenas ceder bilhetes aos adeptos da Sporting SAD ao abrigo de um procedimento ilegal e contrário à regulamentação vigente - designadamente, condicionando a emissão dos títulos", que decorreu na partida de dezembro, garantindo que, na altura, as duas entidades, juntamente com a Liga, chegaram a acordo para que o procedimento se repetisse no encontro da segunda volta.

A SAD liderada por Frederico Varandas afirma que a "Benfica SAD recusa-se a cumprir o que exigiu à Sporting SAD na primeira volta, não tendo empenhado esforços no sentido de disponibilizar a plataforma que a Sporting SAD disponibilizou em estrito cumprimento do RGPD e das normas vigentes", criticando também a Liga. "Fica claro que quem deve arbitrar estas divergências, não pode permitir o livre arbítrio das decisões relacionadas com a presença dos adeptos, independentemente da sua preferência clubística", adiantando, ainda assim, que "vai entregar os bilhetes no mesmo modelo que faz para todos os outros clubes" uma vez que "tenta apenas ganhar dentro de campo, sem nunca tentar auxílios externos", deixando, ainda, novas críticas a Benfica e à Liga.

"Não pode, porém, deixar de salientar os reais motivos que estão por trás das decisões da Benfica SAD e a parcimónia que a Liga adoptou nesta questão. É a segunda vez que a Liga permite que o Benfica seja um caso de exceção do futebol português", pode ler-se.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG