Desporto

Sporting de Braga derrota Beira-Mar

Sporting de Braga derrota Beira-Mar

O Sporting de Braga conseguiu este sábado a primeira vitória na I Liga portuguesa de futebol 2012/13, ao derrotar em casa o Beira-Mar, por 3-1, em jogo da segunda jornada da prova.

Os golos foram marcados por Rúben Micael (27 e 33 minutos), que fez uma bela exibição e reclama a titularidade na equipa, e por Rúben Amorim (86), enquanto o tento aveirense surgiu já no período de descontos, por Nildo (90+3).

Em vésperas do importante jogo em Itália, que definirá o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, o treinador da equipa minhota fez uma pequena "revolução" na equipa, mas apesar de um início algo titubeante, ganhou plenamente a aposta.

José Peseiro revelou que ia fazer "poucas" poupanças, mas fez descansar nada mais, nada menos do que sete jogadores: Beto (apresentou dores nas costas no final do treino de sexta-feira, mas está apto para a segunda mão do "play-off"), Salino, Douglão, Ismaily, Hugo Viana, Mossoró e Alan.

Já o treinador da turma aveirense, Ulisses Morais, repetiu o "onze" que empatou em casa com a Académica na primeira jornada (3-3).

Com tantas mudanças, a equipa "arsenalista" demorou até entrar em jogo e apesar de deter a iniciativa atacante, não conseguia desatar o "nó" defensivo dos visitantes.

A primeira grande oportunidade para a equipa da casa surgiu aos 24 minutos, com Lima a quase aproveitar um lançamento longo de Quim e a demora de Rui Rego a sair da baliza, mas o guarda-redes do Beira-Mar ainda foi a tempo de fazer a mancha.

PUB

Mas três minutos depois, o Sporting de Braga adiantou-se mesmo no marcador com um golo de Rúben Micael. O médio foi deixando adversários pelo caminho e rematou de fora da área, a bola ainda embateu num defesa aveirense e o efeito traiu Rui Rego (27).

O segundo dos "arsenalistas", e de Rúben Micael, chegou pouco depois: Lima falhou por pouco o desvio de cabeça a um centro da direita, a bola sobrou para Carlão que, com um passe atrasado, abriu as portas ao "tiro" do ex-portista (33 minutos).

Ainda antes do intervalo, Lima falhou de forma incrível, na cara de Rui Rego, depois de um grande passe de Carlão (41).

O Beira-Mar deixou uma imagem frágil no municipal bracarense e foi mesmo a equipa da casa a quase voltar a marcar por três vezes no espaço de dois minutos (61 e 62), mas Rui Rego defendeu bem os remates de Rúben Micael e Hélder Barbosa, tendo ainda Elderson revelado falta de pontaria após um canto.

O Beira-Mar esteve perto de reduzir, por Nildo, que ficou a centímetros daquele que seria um grande golo (69 minutos), mas o mesmo jogador marcaria mesmo o tento de honra dos aveirenses, já em tempo de descontos (90+3), com um belo remate de longe que surpreendeu Quim.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG