Futsal

Sporting "esmaga" Gentofte com goleada esclarecedora por 12-1

Sporting "esmaga" Gentofte com goleada esclarecedora por 12-1

O Sporting esmagou, este sábado, os dinamarqueses do Gentofte por 12-1, nos 16 avos de final da Liga dos Campeões, expressando enorme supremacia, que permitiu aos lisboetas seguirem facilmente para a ronda seguinte.

Zicky (03), Erick Mendonça (06), Taynan (08) e Cardinal (16) levaram o Sporting com vantagem de quatro golos para a segunda parte, que iniciou com Zakaria El-Ouaz (22) a reduzir. Contudo, Cavinato (23 e 32), Tomás Paçó (24 e 32), Mamadu Turé (30), Pany Varela (34), novamente Cardinal (36) e Pauleta (40) construíram o robusto triunfo.

A formação orientada por Nuno Dias entrou com tudo e não demorou a chegar à vantagem, decorridos apenas três minutos, por intermédio do jovem Zicky, golo que teve seguimento aos seis, quando uma boa combinação entre Cavinato e Erick Mendonça permitiu ao último finalizar com sucesso.

O resultado voltou a ganhar expressão aos oito minutos, por Taynan, ficando desde cedo demonstrada a enorme supremacia 'leonina'.

O Gentofte apresentava muitas dificuldades em sair a jogar, face à pressão exercida pelos jogadores sportinguistas, que podiam ter dilatado o resultado através de diversas tentativas. Os dinamarqueses esboçaram uma tímida reação, quando Emil Scott Rasmussen atirou ao poste, aos 15, mas o Sporting voltou a marcar de imediato, por Cardinal.

Com alterações nas balizas para a segunda parte, o Gentofte reduziu aos 22 minutos, por Zakaria El-Ouaz, mas não foi mais do que um 'golo de honra', pois o Sporting respondeu com dois golos de rajada, o primeiro por Cavinato, seguido de outro golo, agora por Tomás Paçó.

Com o resultado em 6-1, o conjunto dinamarquês foi abaixo animicamente e o Sporting aproveitou para chegar a números 'escandalosos', que nem algumas defesas de Nis Andersen impediram, com Mamadu Turé a ser o artífice do sétimo golo, à passagem da meia hora de jogo, numa altura em que Taynan saiu lesionado.

PUB

Aos 32, dois golos no espaço de apenas um minuto aproximaram o Sporting da 'casa' da dezena, por intermédio de Tomás Paçó e de Cavinato.

O 10.º golo chegou aos 34, por Pany Varela, tendo a goleada ficado concluída com os golos de Cardinal, aos 36, e de Pauleta, aos 40.

Ficha de jogo:

Jogo realizado no Pavilhão João Rocha, em Lisboa

Sporting -- Gentofte, 12-1

Ao intervalo: 4-0

Marcadores:

1-0, Zicky, 03 minutos; 2-0, Erick Mendonça, 06; 3-0, Taynan, 08; 4-0, Cardinal, 16; 4-1, Zakaria El-Ouaz, 22; 5-1, Cavinato, 23; 6-1, Tomás Paçó, 24; 7-1, Mamadu Turé, 30; 8-1, Tomás Paçó, 32; 9-1, Cavinato, 32; 10-1, Pany Varela, 34; 11-1, Cardinal, 36; 12-1, Pauleta, 40

Equipas:

Sporting: Guitta, João Matos, Alex Merlim, Diego Cavinato e Taynan. Jogaram ainda, Zicky, Pauleta, Pany Varela, Cardinal, Erick Mendonça, Mamadu Turé, Tomás Paçó, Rocha e Gonçalo Portugal

Treinador: Nuno Dias.

Gentofte: Christoffer Haagh, Zakaria El-Ouaz, Mads Falck, Louis Veis e Emil Scott Rasmussen. Jogaram ainda, Rasmus Johansson, Ibrahim Badran, Kevin Jorgensen, Adam Fogt, Nis Andersen, Christian Bommelund Christensen, Oscar Merling Hansen, Lars Bonde e Lucas Boss

Treinador: Bo Holden

Árbitros: Norbert Szilágyi e Annamaria Tolnay (Hungria)

Ação disciplinar: Nada a assinalar

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG