Voleibol

Sporting vence Leixões e está na final da Taça de Portugal

Sporting vence Leixões e está na final da Taça de Portugal

O Sporting qualificou-se, este sábado, para final da Taça de Portugal, marcada para domingo, ao vencer o Leixões na primeira meia-final por 3-0 (25-11, 25-18 e 25-18), em jogo realizado em Santo Tirso.

A equipa lisboeta impôs-se de forma clara ao Leixões no primeiro parcial e, para tal, foi decisivo o serviço poderoso, que desde cedo causou muitos problemas ao adversário e permitiu aos 'leões' ganharem cinco pontos de vantagem (10-5) e depois 10 (16-6).

Os leixonenses tiveram na capacidade rematadora de Marcus Borlini a sua melhor arma. Tudo o resto correu-lhes mal e de pouco serviu o desconto de tempo que o treinador João Pedro Vieira solicitou, com o resultado a 12-6, numa altura em que equipa dava sinais de não saber o que fazer.

Forte no serviço, no bloco e no ataque junto à rede, o Sporting manteve-se intratável e foi pontuando e avançando rumo a um triunfo inequívoco e fácil, por 25-11, no primeiro set.

O parcial seguinte foi bem diferente, porque Leixões mostrou muita garra, deu muito mais luta, melhorou o desempenho defensivo e chegou inclusive a liderar o marcador (6-5), graças a um serviço direto de Marcus Borlini.

O Sporting reagiu em força e, com dois serviços diretos de Vitor Pereira, voltou ao comando do marcador (8-6), mas o Leixões continuou a bater-se de igual para igual e manteve-se colado aos 'leões' até aos 19-18.

A partir daí, a equipa lisboeta conseguiu finalmente impor as suas mais-valias, com destaque para o serviço e poder rematador, e distanciou-se no marcador rumo ao 2-0 (25-18).

PUB

A sorte do jogo parecia traçada, mas o Leixões não se rendeu, bateu-se com muita determinação no terceiro set e, tal como no anterior, discutiu o resultado até tarde e consegui mesmo um 7-5 a favor.

O Sporting reagiu e impôs a lei, num jogo em que utilizou poucos jogadores e deixou o veterano Miguel Maia no banco, ele que na véspera fez grande parte do jogo diante da Académica de Espinho.

No derradeiro parcial, o resultado apenas começou a cair em definitivo para os leões a partir dos 17-15, graças a uma sequência de cinco pontos consecutivos, que deixou a equipa de Matosinhos irremediavelmente atrasada. O Sporting venceu o set (25-18) e o jogo e apurou-se assim para a final da prova.

Ficha de jogo:

Jogo realizado no Pavilhão Municipal de Santo Tirso.

Leixões - Sporting, 0-3.

Parciais: 11-25, 18-25 e 18-25.

Sob a arbitragem de José Caramez e Ricardo Miranda, as equipas alinharam:

Leixões: Bruno Sousa, Marcus Borlini, André Rosa, Phelipe Martins, Alexandre Pereira, Filipe Santos e Gabriel Cardoso (Libero). Jogaram ainda: Leandro Ferreira e Francisco Rocha.

Treinador: João Pedro Vieira.

Sporting: Eder Kock, Victor Pereira, Paulo Silva, Robinson Dvoranen, Renan Purificação, Bruno Alves e João Fidalgo (Libero) Jogaram ainda: Hélio Sanches.

Treinador: Gersinho.

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG