Desporto

"Surf para kotas" é um novo programa desportivo na Lourinhã

"Surf para kotas" é um novo programa desportivo na Lourinhã

A Câmara da Lourinhã, escolas de surf e operadores turísticos lançaram o programa 'Surf para kotas', para alargar a prática do desporto a outras faixas etárias e o número de turistas todo o ano no concelho.

"É uma atividade que de verão tem bastante procura, com seis mil praticantes por ano nas seis escolas. É um mercado potencial, portanto gostaríamos de alargar toda essa dinâmica não só a outras faixas etárias, mas também a outras alturas do ano", explicou à agência Lusa o vereador do turismo, Vital do Rosário.

Com este produto, autarquia, escolas de surf e operadores turísticos pretendem combater a sazonalidade da prática deste desporto, mas também do turismo na região, atraindo mais visitantes.

João Rolo, 55 anos, é um dos primeiros adeptos. "Como a minha filha, sobrinha e cunhado fazem surf, decidi aprender também e faço aos fins de semana e nas férias. É uma boa forma de passar o tempo, estar em forma física e estar dentro de água", disse.

Ao seu lado, nas aulas de surf, está também Luís Abreu, 47 anos. Veio também para o desporto impulsionado pela filha e, ao fim de um ano em meio, sente-se já viciado na modalidade, a ponto de a praticar todos os fins de semana, "seja verão ou inverno".

"Há pessoas que têm algum constrangimento com a idade, mas isso ultrapassa-se muito bem. Não há que ter vergonha de termos um pouco mais de barriga e o corpo mais alterado", referiu Luís Abreu, que se considera a prova de que, havendo condições físicas, o surf é "para todas as idades".

"É um anti-stress fantástico e ajuda, sem dúvida, à qualidade de vida. Sinto mais agilidade física, mais resistência", acrescentou.

A campanha para turistas 'Surf para kotas' vai receber os primeiros aderentes no primeiro fim de semana de outubro.

"Nesse fim de semana, os turistas terão a opção de alojamento, duas aulas de surf, visita ao museu dos dinossauros e ao Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro e à Adega Cooperativa da Lourinhã, com prova da aguardente", explicou Lídia Leal, de uma agência de viagens local, adiantando que a campanha é dirigida, por enquanto, ao mercado interno.

O pacote turístico de três dias para uma pessoa pode ser adquirido por 125 euros com alojamento, ou por 70 euros sem alojamento.

Outras Notícias