Brasil

Taça em ebulição: jogador agredido por adepto e desentendimento entre David Luiz e Hulk

Taça em ebulição: jogador agredido por adepto e desentendimento entre David Luiz e Hulk

A última madrugada foi quentinha na Taça do Brasil. Um adepto agrediu o guarda-redes do Corinthians, enquanto David Luiz e Hulk envolveram-se numa discussão acalorada.

Depois da goleada no jogo da primeira-mão por 4-0, o Corinthians, orientado pelo português Vítor Pereira, confirmou o apuramento para os quartos de final da Taça do Brasil, pese embora o desaire por 1-0 no reduto do Santos.

No entanto, o momento da eliminatória aconteceu já depois do apito final no Estádio Vila Belmiro. Assim que o encontro terminou, a baliza guardada por Cássio, guarda-redes do Corinthians, foi bombardeada por engenhos pirotécnicos, que já haviam motivado a interrupção da partida por alguns momentos.

PUB

O guardião aplaudiu, de forma irónica, para a zona das bancadas, de onde surgiu um adepto que o agrediu com um pontapé. O agressor foi rapidamente manietado pelas forças de segurança, por entre empurrões entre jogadores das duas equipas.

No Maracanã, o Flamengo procurava dar a volta à eliminatória com o Atlético Mineiro, que havia vencido por 2-1 na primeira-mão, e cujo autocarro foi apedrejado quando se dirigia para o mítico estádio, no Rio de Janeiro.

Em campo, destaque para o reencontro entre David Luiz e Hulk, que reavivaram uma rivalidade que antecede aos tempos em ambos disputaram a Liga portuguesa, ao serviço de Benfica e F. C. Porto, respetivamente.

Essas memórias ganharam vida quando os dois jogadores protagonizaram um bate boca acalorado, com David Luiz, de dedo em riste, a protestar na direção de Hulk, que ia afastando a mão do adversário.

Apesar do momento de maior fricção, na flash interview o defesa do Flamengo desvalorizou a situação, definindo o avançado do Atlético Mineiro como "um irmão".

Em campo, o Flamengo venceu por 2-0, com um "bis" de Arrascaeta, e seguiu em frente na Taça do Brasil. No restante jogo da última madrugada, o Ceará derrotou o Fortaleza por 1-0, resultado insuficiente para anular a desvantagem de dois golos que trazia do jogo da primeira-mão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG