Exclusivo

Tempo útil de jogo é uma luta que está para durar

Tempo útil de jogo é uma luta que está para durar

Números da primeira jornada são pouco animadores e abaixo da média dos últimos anos.

Num dos primeiros jogos da época passada, os adeptos do Caldas fartaram-se. Ainda só estavam decorridos 50 minutos, mas a demora do guarda-redes adversário em reiniciar o jogo já estava a passar os limites.

Então, eles, da bancada, começaram a contar os segundos para expor o ridículo. O árbitro agiu e amarelou o retardador. O episódio viralizou nas redes sociais. E se acontecesse mais vezes? Estaria ali uma possível solução para aumentar o tempo útil de jogo? Não aconteceu, que se saiba. E o futebol continua à procura de soluções capazes de mitigar as paragens, o tempo morto. Em Portugal também, sendo que os primeiros sinais de 2022/23 indicam que ainda há uma grande montanha para escalar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG