Futebol

Tempo útil de jogo esteve em discussão no Fórum de Treinadores

Tempo útil de jogo esteve em discussão no Fórum de Treinadores

A terceira edição do Fórum de Treinadores, que juntou 28 sociedades desportivas, centrou a discussão no tempo útil de jogo das partidas dos campeonatos nacionais e no ciclo pós 2024.

O Fórum de Treinadores contou com o ex-árbitro Duarte Gomes, que lembrou que as recomendações feitas às equipas de arbitragem, no início da época, tiveram grande enfoque nas entradas violentas, nas simulações, nos comportamentos dos elementos presentes nos bancos de suplentes e nas perdas de tempo.

O tempo útil de jogo é, segundo Tiago Madureira, diretor executivo da Liga Portugal, "um tema onde não há culpados e com elevada relevância para a melhoria do espetáculo", com Luís Freire, treinador do Rio Ave, a sugerir a existência de um "maior investimento financeiro para quem jogue mais", com o objetivo de premiar quem contribuir para um jogo com menos paragens.

PUB

Quanto ao ciclo competitivo pós 2024, Helena Pires, diretora executiva da Liga Portugal, abordou questões como a "calendarização cada vez mais apertada" e a "possibilidade de redução do intervalo de tempo entre jogos face à exigência competitiva".

A dirigente lançou ainda as bases para o próximo fórum, que se realizará em março de 2023, no qual serão debatidas questões relacionadas com a competitividade e a valorização do produto futebol na televisão.

Neste encontro estiveram também presentes Luciano Gonçalves (Presidente da APAF), Domingos Paciência (em representação da ANTF), José Guilherme Oliveira (representante da Direção Técnica da FPF), e Luís Castro, treinador do Botafogo, entre outros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG