Austrália

Tenista diz que tem covid-19… a meio da partida e tenta apostar com árbitra

Tenista diz que tem covid-19… a meio da partida e tenta apostar com árbitra

Bernard Tomic entrou em campo para disputar o "qualifying" do Open da Austrália e acabou eliminado, depois de ter apostado com a árbitra de que ia "testar positivo".

O Open da Austrália ainda não entrou na fase principal, mas já tem momentos inesquecíveis, pelos piores motivos. Há a novela (ou o "circo", como lhe chamou Rafael Nadal) em torno de Novak Djokovic, que aguarda para saber se pode ficar no país, mas também Bernard Tomic, que foi a jogo apesar de estar convencido de que estaria infetado com covid-19.

O episódio aconteceu durante o encontro com o russo Roman Safiullin. Antes das palavras, Tomic deu várias mostras de desconforto físico e foi num momento de paragem que lançou a polémica.

"Tenho a certeza que nos próximos dois dias vou testar positivo, garanto-te. Pago-te um jantar se isso não acontecer. Caso contrário, pagas tu um jantar a mim", disse o tenista australiano, em conversa com a árbitra Aline Rocha.

O australiano Bernard Tomic, que acabou derrotado por 1-6 e 4-6, levantou ainda dúvidas sobre o protocolo de segurança em torno do primeiro Grand Slam de 2022.

"É inacreditável, ninguém está a ser testado. Os jogadores estão a jogar com testes rápidos feitos nos quartos. Não existem testes PCR oficiais", acusou.

Recorde-se que na última madrugada o português Nuno Borges foi obrigado a desistir do torneio por ter testado positivo à covid-19 poucos minutos antes de entrar em campo.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG