Irão

Toni deverá abandonar o Tractor

Toni deverá abandonar o Tractor

Toni, treinador português do Tractor, deverá abandonar o clube iraniano no final da época, depois de ter praticamente assegurado o terceiro lugar no campeonato do país e a qualificação para a Liga dos Campeões asiática de futebol.

Em declarações à agência Lusa, Toni admitiu antecipar o regresso a Portugal, apesar de sublinhar que até ao momento não recebeu qualquer carta de despedimento oficial da parte da administração do clube de futebol iraniano, que está a treinar desde julho do ano passado.

"Sei que fui profissional, fui competente até ao último dia no meu trabalho aqui no Tractor. E agora é aguardar de uma forma serena. Já tinha preparado o regresso para 11 de maio. Assim, vou tentar antecipá-lo", declarou.

PUB

Toni, que conta já com quatro meses de salários em atraso, garantiu que continuará a treinar o clube, enquanto não for oficialmente dispensado, numa altura em que faltam apenas duas jornadas para terminar o campeonato iraniano e o Tractor está no terceiro lugar, com quatro pontos de vantagem sobre o quarto classificado (Foolad FC).

"Enquanto não receber essa carta do clube, continuarei a vir ao treino, porque há quatro meses que não recebo. Isto pode ser uma artimanha para que invoquem justa causa por eu ter abandonado o clube", sustentou.

Apesar de afirmar que no futebol já nada o surpreende, o ex-jogador e ex-treinador do Benfica destacou o terceiro lugar do Tractor e a qualificação para a "Champions" asiática pela segunda vez na história do clube.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG