Premier League

Tottenham vence City e Mourinho equilibra duelo direto com Guardiola

Tottenham vence City e Mourinho equilibra duelo direto com Guardiola

O Tottenham, de José Mourinho, assumiu este sábado, de forma provisória, a liderança isolada da Liga inglesa de futebol, após receber e vencer por 2-0 o Manchester City, de Pep Guardiola, que teve três portugueses no onze inicial, na nona jornada.

Este foi o 24.º duelo entre os treinadores português e catalão, sendo que, neste particular entre dois dos técnicos mais consagrados da história do futebol, Mourinho soma agora sete vitórias contra 10 de Guardiola. Há ainda sete empates a registar.

Em Londres, o avançado sul-coreano Son, logo aos cinco minutos, e o médio argentino Lo Celso, aos 65, fizeram os golos da quarta vitória seguida dos spurs na Premier League, naquele que foi o oitavo jogo sem perder de Mourinho na prova, o melhor registo desde que chegou ao clube, em novembro de 2019.

Com os internacionais portugueses Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva na equipa inicial, o Manchester City teve sempre mais bola durante grande parte do encontro, com o Tottenham a chegar ao triunfo em dois lances de ataque rápido.

Na tabela da Premier League, o Tottenham saltou para o comando com dois pontos de vantagem sobre o Chelsea, que nesta ronda bateu o Newcastle (2-0), e sobre o Leicester City, que no domingo tem uma missão bem difícil no terreno do campeão Liverpool.

Por seu lado, na semana em que Guardiola renovou contrato por mais duas temporadas, o Manchester City ocupa um surpreendente 10.º lugar, com 12 pontos (apenas uma vitória nos últimos quatro jogos) e pode cair ainda mais na classificação com o decorrer da jornada.

O triunfo do Tottenham tirou o Chelsea do comando, lugar que ocupou durante algumas horas, depois de vencer em Newcastle com golos do argentino Federico Fernández (na própria baliza aos 10 minutos) e do avançado Abraham, aos 65.

Depois de um arranque promissor na Premier League , com quatro vitórias consecutivas, o Aston Villa sofreu o terceiro desaire nas últimas quatro rondas, desta vez em Birmingham perante o Brighton, por 2-1.

Outras Notícias