Itália

Treinador do AC Milan fica sem medalha de campeão: "Roubaram-me. Por favor, devolvam..."

Treinador do AC Milan fica sem medalha de campeão: "Roubaram-me. Por favor, devolvam..."

Stefano Pioli, treinador do AC Milan, sagrou-se, este domingo, campeão em Itália mas não escondeu a frustração por perceber que lhe roubaram a medalha durante os festejos do "scudetto".

O AC Milan voltou a sagrar-se campeão italiano 11 anos depois e, no final do jogo com o Sassuolo, o treinador Stefano Pioli, que conquistou o primeiro título aos 56 anos, era um homem feliz... até lhe terem furtado a medalha: "Roubaram-me a medalha no meio das celebrações. Devolvam-me que é a única que tenho...", disse visivelmente emocionado.

Sobre a época, o treinador deu todo o mérito pela conquista aos jogadores, entre eles o português Rafael Leão, que até foi considerado o melhor jogador da Serie A.

"Os meus jogadores são fenómenos. Estou feliz por eles, por mim, pela equipa, pelo clube e pelos adeptos que merecem este scudetto. Eu estou realmente feliz. Fomos mais consistentes do que o Inter. O último jogo que perdemos foi contra o Spezia e não deveríamos ter perdido. A equipa nunca desistiu, os jogadores foram fantásticos, tanto os que jogaram mais, como os que jogaram menos. Merecíamos o scudetto porque acreditávamos mais nele, porque somos uma equipa forte e porque tive dois grandes treinadores como o Maldini e o Massara ao meu lado. Divertimo-nos muito a trabalhar com estes rapazes", afirmou.

O AC Milan, do português Rafael Leão, voltou, este domingo, a sagrar-se campeão italiano de futebol, 11 anos depois do último título, após vencer o Sassuolo por 3-0, na 38.ª e última jornada. Campeão pela última vez em 2010/11, o AC Milan, treinado por Stefano Pioli, voltou a conquistar o "scudetto", o 19.º da sua história, igualando a marca do Inter Milão, mas longe da recordista Juventus, que já soma 36.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG