Futebol

Treinador do Gil Vicente quer "causar surpresa na Luz"

Treinador do Gil Vicente quer "causar surpresa na Luz"

Vítor Oliveira considerou esta sexta-feira que o Benfica é "claramente superior", mas também acredita que a equipa minhota "pode causar uma surpresa" no jogo da quinta jornada da primeira Liga portuguesa de futebol, a disputar este sábado.

"Se já o conseguimos na primeira jornada [vitória sobre o F. C. Porto em casa], porque não repetir essa surpresa na quinta jornada? Sabemos que o favoritismo está do lado do Benfica, mas dentro da nossa curta margem de possibilidade de êxito vamos jogar com ela, sabendo que temos de ser muito competentes", disse o treinador dos "galos".

Com o habitual pragmatismo, Vítor Oliveira apontou que "só o melhor Gil Vicente, perante um Benfica num dia menos, poderá somar pontos" no encontro de sábado, mas garantiu que não vai mudar a atitude da equipa.

"Não vamos alterar a nossa identidade só por jogar frente ao Benfica. Vamos continuar a trabalhar e a jogar como até aqui, tentando ser melhores e mais competentes. Tudo vai depender da nossa disponibilidade e da forma como vamos encarar o jogo", apontou o treinador.

Vítor Oliveira considerou que os encarnados têm feito "um forte início da época e apresentam a segunda melhor média de golos da Europa neste início de campeonato", mas que isso não pode atemorizar a sua equipa.

"Se formos para o estádio da Luz medrosos e a pensar apenas no 0-0, com certeza que vamos sair de lá, como outras equipas, com uma derrota pesada. Mas se fizermos tudo o que treinámos durante a semana, podemos provocar a tal surpresa, que seria o Gil Vicente somar pontos", analisou o experiente treinador.

Vítor Oliveira, que aponta as águias, juntamente com o F. C. Porto, como os principais candidatos ao título nacional, não pormenorizou a estratégia para parar o adversário, mas disse acreditar que a sua equipa está preparada para isso.

"Sabemos bem os pontos fortes do Benfica, que temos de minimizar, e, por outro lado, o que temos de maximizar da nossa parte, para que a balança não esteja tão desequilibrada. Temos de ter um forte sentido coletivo, com muita concentração e motivação, sendo agressivos dentro da lei e, sobretudo, jogar sem medo", rematou o técnico.

Para este desafio, o treinador dos minhotos não pode contar com Alex Pinto, que está em Barcelos cedido pelo Benfica, nem com os lesionados Lourency, Naidji e Claude Gonçalves.

O Gil Vicente, 10.º classificado do campeonato, soma cinco pontos. O Benfica, segundo, tem nove.