Braga

Treinador do Rio Ave agredido após tentativa de assalto

Treinador do Rio Ave agredido após tentativa de assalto

Carlos Carvalhal foi vítima de uma tentativa de assalto em Braga, esta madrugada, já depois do jogo com o Marítimo.

O treinador do Rio Ave estava a chegar a casa, em Maximinos, após ter estado na Madeira a orientar os vila-condenses no empate frente ao CS Marítimo em jogo da I Liga, quando foi abordado por três indivíduos encapuzados.

Os assaltantes tentaram roubar-lhe dinheiro e, apesar das ameaças, o técnico resistiu e acabou por ser agredido, sem gravidade, tendo sido acionada a PSP de Braga, que enviou para o local agentes em carros-patrulha, além de elementos da Esquadra de Investigação Criminal, também do Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública.

De acordo com as primeiras informações obtidas, ao início desta manhã, junto do Comando Distrital da PSP de Braga, o grupo não terá conseguido roubar nada ao treinador e colocou-se em fuga.

Em declarações ao JN, Carlos Carvalhal confirmou o episódio, informando estar "fisicamente bem", ainda que abalado psicologicamente. O técnico vai orientar, esta tarde, o treino do Rio Ave.

Entretanto, nas redes sociais, Carvalhal relatou o incidente. "Fui atacado por três indivíduos encapuzados por volta das 02.15. O meu instinto levou-me a oferecer resistência, se calhar inadvertidamente, e, com a ajuda do meu filho, José Carlos, conseguimos resolver a situação. Resultaram algumas escoriações e um hematoma, mas nada de preocupante", escreveu.