Premium

Três mil holandeses ligam alerta na Invicta

Três mil holandeses ligam alerta na Invicta

Autorizados pela UEFA a ver o jogo no Dragão, adeptos do Feyenoord viajam esta quarta-feira e amanhã em elevado número para o Porto. PSP reforça segurança, com ajuda de "spotters" da Holanda.

O jogo de quinta-feira entre o F. C. Porto e o Feyenoord, decisivo na caminhada europeia das duas equipas, será também um teste à segurança na Invicta, duas semanas depois dos incidentes ocorridos na Baixa da cidade, que envolveram adeptos ingleses e belgas, do Wolverhampton e do Standard Liège, nos dias anteriores aos jogos que estas equipas disputaram com Braga e Vitória de Guimarães. Desta vez, os visitantes são holandeses e têm um historial de violência nos jogos fora das provas europeias, incluindo nas recentes deslocações a Berna e a Glasgow para este grupo da Liga Europa. Segundo fonte policial, está previsto que 3000 adeptos do Feyenoord viajem hoje e amanhã para o Porto, depois de a UEFA ter suspendido a proibição de assistirem à partida no Dragão.

"É um jogo de risco elevado. O policiamento será orientado essencialmente para o apoio, informação e monitorização aos adeptos, sem descurar uma postura de firmeza, se necessário", revelou, ao JN, a referida fonte da PSP, cujo esquema de segurança, ao que foi possível apurar, envolverá mais de 300 agentes, auxiliados por "spotters" da Polícia holandesa, que irão colaborar no "controlo, identificação e monitorização" de adeptos do Feyenoord, "nomeadamente os de risco".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG