Ténis

Tsitsipas escapa ao dilúvio e segue para a terceira ronda

Tsitsipas escapa ao dilúvio e segue para a terceira ronda

O grego Stefanos Tsitsipas, número três mundial, bateu o francês Adrian Mannarino e apurou-se esta madrugada para a terceira ronda do Open dos Estados Unidos, que foi assolado pelo furacão Ida.

Depois das dificuldades frente a Andy Murray na jornada inaugural, Tsitsipas voltou a precisar de duas horas e 41 minutos para levar de vencido o 44.° classificado do 'ranking' ATP, desta feita pelos parciais de 6-3, 6-4, 6-7 (7-4) e 6-0.

Num encontro jogado debaixo da cobertura amovível do Arthur Ashe Stadium, devido à tempestade que levou ao decretar do estado de emergência em Nova Iorque, o helénico, de 23 anos, esteve quase sempre dominador, assinando um total de 53 "winners", mais do dobro dos registados pelo adversário (26).

Também no serviço, Tsitsipas esteve impenetrável, anulando o único ponto de "break" enfrentado no início do terceiro set e estabelecendo um recorde pessoal de 27 ases num só embate, que lhe valeu igualmente o 50.° triunfo individual em encontros na presente época.

"Consegui um excelente arranque nos dois primeiros sets, agarrando a liderança bem cedo e penso que taticamente fiz tudo de forma correta. E sentia-me de facto confortável e a jogar ao meu melhor nível. Já no terceiro set tive dificuldades em encontrar esse mesmo nível de jogo, mas acho que também aí ele se soltou um pouco mais", admitiu o segundo cabeça de série do torneio, que voltou a recorrer a uma longa ida aos balneários (oito minutos) antes da discussão da quarta partida.

Garantido o apuramento para a terceira ronda pelo segundo ano consecutivo, sem nunca ter passado essa fase em Nova Iorque, Tsitsipas vai agora defrontar Carlos Alcaraz (55.° ATP), depois da vitória do jovem espanhol, de 18 anos, frente ao francês Arthur Rinderknech, pelos parciais de 7-6 (8-6), 4-6, 6-1 e 6-4.

Igualmente apurado para a terceira ronda está o argentino Diego Schwartzman (14.° ATP), que logrou anular os 24 ases de Kevin Anderson, batendo o sul-africano, de 35 anos, em apenas três parciais, com o resultado final de 7-6 (7-4), 6-3 e 6-4, em duas horas e 45 minutos.

PUB

Num duelo também afetado pela tempestade que assolou Flushing Meadows, e que acabou transferido para o Arthur Ashe Stadium, Schwartzman quebrou em três ocasiões o saque do vice-campeão de 2017 e marcou encontro na terceira ronda com o eslovaco Alex Molcan, responsável pela eliminação do português Gastão Elias na última ronda do 'qualifying'.

Na competição feminina, a jornada noturna teve como ponto alto o duelo cem por cento norte americano que ditou a vitória de Sloane Stephens (66.ª WTA) sobre a jovem Cori Gauf (23.ª WTA), de 17 anos, por 6-4 e 6-2, em uma hora e seis minutos.

Campeã do Open dos Estados Unidos em 2017, Stephens fez valer a sua maior experiência sobre a compatriota, quebrando por três vezes o saque à adversária, ao passo que nos seus jogos de serviço concedeu apenas uma dezena de pontos.

Na terceira ronda, a norte-americana, de 28 anos, também finalista em Roland Garros, em 2018, vai defrontar a vencedora do encontro entre a alemã Angelique Kerber e a ucraniana Angelina Kalinina, cancelado quarta-feira devido às inundações verificadas no Louis Armstrong Stadium, por força do furacão Ida que passou a cerca de 20 quilómetros do Grand Slam nova-iorquino.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG