Desporto

UEFA condenada a pagar 100 mil euros a árbitro acusado de combinar resultados

UEFA condenada a pagar 100 mil euros a árbitro acusado de combinar resultados

Um tribunal da Croácia condenou, esta terça-feira, a UEFA a pagar 100 mil euros de indemnização ao árbitro croata Bruno Maric, por considerar que este foi injustamente acusado de envolvimento em viciação de resultados em jogos de futebol.

O pedido de indemnização do árbitro Bruno Maric contra a UEFA, o órgão que gere o futebol europeu, foi apresentado no ano passado.

Maric exigiu em tribunal um milhão de euros e um pedido de desculpas público, devido ao envolvimento do seu nome num alegado esquema de viciação do resultado da final da Taça da Croácia de 2009.

"Para mim, o mais importante é que a UEFA tenha sido considerada culpada pelo que me fez e à minha família", declarou Maric após o veredito.

Representantes da UEFA tentaram chegar a acordo com Maric, mas este mostrou-se irredutível. O seu advogado afirmou, entretanto, que vai recorrer da decisão.

O julgamento começou no ano passado, na cidade de Daruvar. O presidente da UEFA, Michel Platini, foi chamado a depor, mas nunca compareceu.