FCP

Um clássico empatado em 17 minutos

Um clássico empatado em 17 minutos

Benfica e F. C. Porto empataram (2-2) no clássico da 14.ª jornada da Liga. Os quatro golos foram marcados nos primeiros 17 minutos do encontro, mas deixaram tudo na mesma na frente do campeonato. As águias mantêm, assim, três pontos de vantagem sobre os dragões que têm, porém, menos um jogo disputado.

Os dragões foram os primeiros a festejar, logo aos oito minutos. Após um livre de João Moutinho, Jackson não chega a tocar na bola, que sobra para o cabeceamento bem sucedido de Mangala. Mas a vantagem portista só durou dois minutos, já que após um cruzamento da esquerda de Melgarejo, Cardozo e Lima ganharam nas alturas, com o brasileiro a asssistir Matic, que assinou um golo simplesmente fantástico.

Num início de loucos, o F. C. Porto voltou a gelar a Luz à passagem do primeiro quarto de hora, num lance em que o guarda-redes benfiquista, Artur, teve um momento menos feliz. O brasileiro não foi rápido a aliviar e entregou a bola a Jackson, com o colombiano a não desperdiçar a oferta e a assinar o 1-2.

No entanto, a história repetiu-se e, dois minutos depois, as águias voltaram a empatar o jogo. Desta vez, foi Helton a não conseguir segurar um cruzamento, Otamendi também falhou o corte e Gaitán não perdeu a oportunidade para desferir uma bomba para o fundo da baliza.

O marcador não voltou a funcionar até ao final da primeira parte e o equilíbrio continuou a ser grande no segundo tempo. A verdade é que as situações de perigo foram raras até que, aos 77 minutos, Cardozo surgiu isolado frente à baliza do F. C. Porto, mas Helton conseguiu desviar ligeiramente a bola, que ainda bateu no poste. Estava escrito que o clássico ia terminar empatado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG