Liga

V. Guimarães vence em final de loucos

V. Guimarães vence em final de loucos

O Vitória de Guimarães conseguiu um precioso triunfo no embate com o Marítimo (2-1), num jogo em que houve dois golos na reta final e incerteza no resultado até ao apito de André Narciso para o fim da partida. Rochinha fez o golo da vitória

Desde cedo se percebeu que os vimaranenses entraram em campo para dominar e foi isso que fizeram no primeiro tempo. Assumiram o controlo da posse de bola e empurraram os maritimistas para o seu meio-campo defensivo, tendo criado muitas ocasiões de golo, ainda que não tenham conseguido materializar essa avalanche ofensiva em golos.

Os madeirenses, aparentemente por estratégia, souberam remeter-se a um papel mais defensivo e foram adiando o primeiro golo da partida.

O reatar do encontro não trouxe mudanças ao nível estratégico e a toada manteve-se: Vitória de Guimarães em cima e Marítimo a tentar chegar à vantagem utilizando o contra-ataque.

O minuto 67 foi decisivo para o resultado, pois foi quando Rochinha entrou para substituir Ricardo Quaresma e as diferenças foram evidentes.

Poucos minutos depois da substituição o extremo luso assistiu Estupinán para o primeiro golo da partida, que obrigou a equipa de Julio Velázquez a abrir-se mais na tentativa de chegar ao golo do empate.

A mudança na estratégia dos visitantes foi eficaz e, em cima do minuto 90, Cláudio Winck empatou a contenda, na sequência de um pontapé de canto.

PUB

Ainda os vimaranenses estavam a digerir o que pensavam ser um grande balde de água fria, quando uma excelente reação vitoriana acabou na área do Marítimo e Rochinha fez o golo que valeu os três pontos ao Vitória e acabou com as esperanças do Marítimo em pontuar.

Assim a equipa de Pepa fica na sétima posição, com 13 pontos, enquanto o Marítimo mantém a 13.ª posição, com sete pontos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG