F. C. Porto

Vantagem do Sporting não causa "comichão" a Conceição

Vantagem do Sporting não causa "comichão" a Conceição

Treinador do F. C. Porto dá mérito aos leões na atual liderança do campeonato.

A antevisão do jogo desta quinta-feira com o Belenenses SAD, no Jamor, que coincide com o fecho da primeira volta, serviu para Sérgio Conceição fazer um ponto da situação no campeonato, que o Sporting lidera, há várias jornadas, com quatro pontos de avanço sobre o F. C. Porto.

"Estamos a fazer o nosso trajeto. O Sporting está a ter mérito e tem ganho os jogos, nós estamos a ganhar os nossos. O importante é manter esta cadência e continuar até ao final, averbando o máximo de pontos possível. Se me causa impaciência não estarmos conseguir reduzir a diferença? Eu sou Sérgio Conceição, não sou Sérgio Comichão... Há coisas que me causam comichão, mas isso não", referiu o técnico portista, entre sorrisos.

Questionado sobre o facto de se ter falado muitas vezes nos últimos dias de uma eventual estrelinha de campeão de Ruben Amorim e do Sporting, Conceição foi claro: "Em três anos, fui duas vezes campeão e não fui no outro ano sabe Deus e sabem algumas pessoas porquê. A estrela é para quem trabalha e para quem é competente. Neste momento, o Sporting está a ser competente e a ganhar os seus jogos. Nós estamos a ser competentes, mas não fomos tanto noutro período da época em que podíamos ter feito mais. Não fizemos e agora temos de correr atrás dessa estrela. Ela está lá, é preciso é ir buscá-la".

Em relação ao jogo com o Belenenses SAD, o treinador dos dragões assumiu que vai mexer no onze, devido ao cansaço de alguns jogadores, provocado pela dureza do calendário. "Há grande fadiga e é preferível ter jogadores mais frescos, que podem dar outras coisas ao jogo, do que ter jogadores cansados", referiu, sublinhando a importância de obter mais três pontos, diante de um adversário que tem a segunda melhor defesa do campeonato.

Voltando à luta pelo título, Sérgio Conceição recusa a ideia de estar reduzida a dois candidatos, depois de Benfica ter perdido o dérbi lisboeta: "Não embarco nessa teoria. Os campeonatos anteriores são a prova de que ninguém fica arredado por estar a sete ou a nove pontos. Neste momento, há quatro equipas que lutam pelos mesmos objetivos, e incluo obviamente o Braga, atual terceiro classificado, e mais duas que estão a aproximar-se de uma forma muito interessante, que são o Paços de Ferreira e o Vitória de Guimarães".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG