Marítimo

Vasco Seabra: "A derrota dói, é um resultado duro"

Vasco Seabra: "A derrota dói, é um resultado duro"

No final do jogo com o Benfica, Vasco Seabra admitiu que o resultado (7-1) no Estádio da Luz foi "duro" e que o encontro teve "pouca história".

"Foi um jogo com pouca história. O Benfica fez golo na primeira vez que chegou à baliza, a nossa resposta foi boa, quisemos competir, olhar mais para a frente e pressionar alto. Num lance esquisito, logo a seguir, sofremos e o resultado acaba por se avolumar e não tivemos capacidade para suster e manter o nosso registo. A derrota dói, é um resultado duro. Temos 24 horas para sofrer, temos de arrebitar e terça-feira voltar com entusiasmo e dar uma resposta positiva no próximo jogo", começou por dizer Vasco Seabra, que desde que chegou ao comando técnico da equipa insular ainda não tinha somado qualquer derrota. Mas, ainda assim, o técnico prometeu uma boa reação do Marítimo.

"Quisemos ser iguais a nós mesmos. São dores de crescimento normais, o resultado avolumou-se para números que me parecem demasiados. A equipa vai reagir da mesma forma que reage quando vencemos. A equipa sabe que quando cada um de nós dá o melhor de si sentimo-nos descansados quando chegamos à cama. A equipa tem alma, determinação e quer que os adeptos se orgulhem. Foi um resultado que não queríamos que acontecesse", concluiu.

O Benfica goleou (7-1), este domingo, no Estádio da Luz, o Marítimo, em jogo a contar para a 15.ª jornada da Liga. Darwin, em dose dupla, Gilberto Yaremchuk, Rafa, Alipour, Gonçalo Ramos e Seferovic marcaram os golos do encontro. Com esta vitória, o clube encarnado conserva o terceiro lugar, agora com 37 pontos, menos um do que o F. C. Porto, que joga ainda este domingo, enquanto os insulares, que vinham de três jogos sem perder, baixam ao 10.º posto, com 14 pontos.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG