Liga

Vasco Seabra: "É como se fosse o último jogo das nossas vidas"

Vasco Seabra: "É como se fosse o último jogo das nossas vidas"

Na antevisão ao Marítimo-Vizela o técnico madeirense, Vasco Seabra, salientou a necessidade de vencer mostrando-se ciente da "intensidade" adversária.

"Olhamos para cada jogo com uma vontade muito grande de o vencer, por isso, o que passou deixou as marcas que tinha de deixar, permitiu-nos corrigir o que precisávamos e neste momento estamos preparados para enfrentar este jogo como se fosse o último das nossas vidas", afiançou o treinador.

O conjunto madeirense vem de uma pesada derrota na jornada transata [7-1], na visita ao recinto do Benfica, mas o técnico 'verde rubro' sublinhou que "voltava a ter a mesma postura perante a sua equipa e esta a mesma postura perante qualquer adversário".

"Provavelmente tivemos as nossas dores de crescimento de uma forma mais violenta do que queríamos, mas se calhar, as que precisávamos para voltarmos a ser melhores", frisou o técnico, de 38 anos.

As qualidades dos atletas vizelenses não passaram despercebidas ao treinador do Marítimo, que apesar de confiar na equipa está cauteloso com o que o adversário pode apresentar.

"Temos de estar muito cientes que vamos receber uma equipa capaz de jogar no campo todo, que é muito competitiva, agressiva, intensa e que nunca dá um lance por perdido", destacou, referindo que o objetivo é "provocar aquilo que os adversários que os venceram conseguiram".

O Vizela desloca-se ao Funchal após ter eliminado o Sporting de Braga nos oitavos de final da Taça de Portugal (1-0), mas na competição em disputa saiu derrotada na última ronda pelo F. C. Porto (4-0).

PUB

"Independentemente de ter tido um ou outro momento como nós já tivemos o nosso, sentimos que vai ser um jogo de duas equipas que vão querer jogar para ganhar e, nesse sentido, nós vamos ter de igualar ou superar a vontade e a intensidade", referiu Vasco Seabra sobre a situação do adversário, "que tem feito um trajeto fantástico nos últimos três anos".

Para o embate dentro de portas, o Marítimo tem confirmadas duas baixas por casos positivos ao coronavírus, Edgar Costa e Diogo Mendes. Por mazelas físicas estão fora das opções Bruno Xadas e Tim Sonderstrom.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG