Um incêndio no Autódromo argentino causou a destruição de quase 80% do edifício. Os bombeiros tentaram evitar que as chamas chegassem ao museu. O Circuito integra desde 2014 o calendário do Mundial de MotoGP.

MotoGP

Edifício do Autódromo de Termas de Rio Hondo consumido pelas chamas

Edifício do Autódromo de Termas de Rio Hondo consumido pelas chamas

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG