O Jogo ao Vivo

Frederico Figueiredo da Glassdrive-Q8-Anicolor inscreveu o nome na História da Volta a Portugal, após ter sido o primeiro corredor a vencer na inédita chegada ao Observatório de Vila Nova, em Miranda do Corvo, vestindo a camisola amarela.

Ciclismo

Frederico Figueiredo arrancou para fazer História e conquistar a inédita chegada da Volta

Frederico Figueiredo arrancou para fazer História e conquistar a inédita chegada da Volta

Na íngreme subida até ao Parque Eólico de Vila Nova, Mauricio Moreira - o então camisola amarela - viu-se em dificuldades e o colega de equipa arrancou, a quatro quilómetros da meta, para vencer na inédita chegada da Volta a Portugal. Frederico Figueiredo isolou-se na frente e pedalou sem olhar para trás e, além da etapa, vestiu pela primeira vez a camisola amarela.

Mauricio Moreira chegou a estar um minuto atrás de Frederico Figueiredo, mas rebocado pelo colega de equipa António Carvalho, que fez um sofrido trabalho em prol do líder, foi abatendo a diferença e está a apenas sete segundos de "Fred".

Rúben Pereira, diretor desportivo da Glassdrive-Q8-Anicolor afirmou que o objetivo da equipa foi dar a vitória a Frederico Figueiredo (que já queria ter vencido na Torre da Serra da Estrela), garantindo que o líder continua a ser o uruguaio.

A sexta etapa da Volta a Portugal arranca na quinta-feira de Águeda e terá como destino a cidade da Maia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG