Pinto da Costa mantém o tom crítico que o caracteriza, numa entrevista em que visa o timing escolhido pelo Governo para levar o público de volta aos estádios, o jogo político em torno da regionalização, os erros das arbitragens e até o Novo Banco.

Pinto da Costa

"Nada justifica que só em finais de junho se possa ter público nos estádios"

"Nada justifica que só em finais de junho se possa ter público nos estádios"

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG