Benfica

Vieira e a derrota na Rússia: "Estamos tristes, para não dizer envergonhados"

Vieira e a derrota na Rússia: "Estamos tristes, para não dizer envergonhados"

No rescaldo da derrota com o Zenit, a segunda do Benfica na fase de grupos da Liga dos Campeões, Luís Filipe Vieira não escondeu a desilusão mas acredita na recuperação das águias.

"Qualquer benfiquista deve estar descontente, mas dentro daquele balneário foi dito aos jogadores que é expressamente proibido pensar que estamos derrotados. Esta equipa tem valor para fazer mais e vamos lutar até aos limites. Acreditamos nos jogadores que temos e entendemos que vamos conseguir os objetivos. Apareço nas derrotas e digo que estas alturas são complicadas de gerir, porque vivemos o Benfica intensamente", disse o dirigente encarnado.

"É importante estarmos unidos e não mandar tiros para o ar, que neste clube não se pode mandar tiros para o ar. Nunca descurámos esta prova, com o plantel que temos vamos dar respostas concretas. Estamos tristes, para não dizer que estamos envergonhados, mas temos de levantar a cara. Estamos no caminho certo. É um grupo equilibrado e temos qualidade e força para discutir todos os resultados em qualquer campo", acrescentou.

Sobre o episódio na Assembleia-Geral do Benfica, Luís Filipe Vieira apenas disse "não ser a altura" para comentar a polémica: "Vamos falar na altura própria. Há um plenário de órgãos sociais convocado para um destes dias e, a partir daí, o nosso presidente da mesa da assembleia-geral irá comunicar qual foi a decisão"

Os encarnados continuam sem vencer na Liga dos Campeões. Depois da derrota (1-2) com o Leipzig, a equipa de Bruno Lage voltou a perder, desta vez frente ao Zenit (1-3).

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG