Liga

Vila-condenses sofrem KO perto do gongo final

Vila-condenses sofrem KO perto do gongo final

Santa Clara regressa aos triunfos com um golpe de Morita que expôs fragilidades do Rio Ave no duelo desta segunda-feira.

O Rio Ave voltou a não disfarçar a intermitência que tem sido a sua época, sofrendo mais um desaire (2-1), desta feita frente ao Santa Clara, num duelo em que o japonês Hidemassa Morita aplicou o KO aos vila-condenses já em cima do "gongo" final.

A formação insular, que não vencia há cinco jornadas, manietou, por completo, o Rio Ave, nos primeiros minutos, e sem surpresa colocou-se em vantagem aos 24 m, por intermédio de Carlos Júnior, um ex-jogador dos vila-condenses. O golo contrário teve o dom de despertar os nortenhos, que, na primeira oportunidade, resgataram um empate, numa jogada inventada por Gelson Dala, e finalizada numa recarga por Meshino.

Motivados com o golo, os locais regressaram com embalo para a segunda parte, mas nunca mostraram a destreza do adversário em explorar os contra-ataques. Os vila-condenses foram tentando gerir o empate, mas o Santa Clara mostrou-se mais inconformado e incisivo, sendo premiado já aos 89 minutos, com um remate surpreendente do estreante Morita, a que o Rio Ave não mais se recompôs.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG