Desporto

Villas-Boas critica Jesus e elogia Domingos

Villas-Boas critica Jesus e elogia Domingos

O treinador André Villas-Boas acusou domingo à noite Jorge Jesus de deixar "promessas por cumprir" e classificou Domingos Paciência, rival na final da Liga Europa, como "um dos grandes técnicos do futebol português".

"Tal como nas finais, gostamos de ter uma hipótese e jogar. Os outros ganham logo por fora e ganham nos seus vaticínios. Depois ficam as promessas por cumprir", ironizou, comentando a promessa do treinador do Benfica em ser campeão na próxima época.

Depois dos elogios feitos esta semana ao trabalho de Jorge Jesus no Benfica, domingo à noite houve espaço para a crítica: "Gosto de ser lúcido nas minhas interpretações. As que os outros fazem não tenho nada a ver com isso. A interpretação que Jorge Jesus faz é a mesma que desta época. Nós esperamos ter uma hipótese de conquistar campeonato para o ano. Nos tentamos ser campeões. Os outros já são campeões".

Villas-Boas destacou a "vantagem sobre o segundo classificado, que é um abismo", lembrando que a diferença do F. C. Porto para o Benfica "não é normal para equipas com investimentos e orçamentos muito fortes".

O treinador do F. C. Porto espera grande competitividade por parte do Benfica, Sporting e Sporting de Braga, pelo que admite que "para o ano o desafio será ainda mais difícil".

Para Domingos Paciência, só elogios: "Não é normal os objectivos que o Sporting de Braga atingiu com Domingos Paciência. O ano passado disputou o campeonato até à última jornada com um número inacreditável de pontos. Este ano passou duas pré-eliminatórias da Liga dos Campeões com duas grandes equipas, fez uma série de pontos na fase de grupos e na Liga Europa juntaram-se adversários de nível a cair aos seus pés".

"A competência do Domingos está visível. Um dos grandes técnicos portugueses, seguramente", acrescentou sobre o ídolo de infância e adversário na final da Liga Europa de futebol, a 18 de maio em Dublin.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG