O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Vitinha: "Eu próprio não conseguiria escrever uma história melhor. Foi perfeito"

Vitinha: "Eu próprio não conseguiria escrever uma história melhor. Foi perfeito"

Vitinha aborda o regresso ao F. C. Porto, a conquista da dobradinha e destaca o papel de Sérgio Conceição.

Formado no Olival, Vitinha viveu em 2021/22 a temporada de afirmação como um dos maiores talentos nacionais. Aos 22 anos, já é um dos indiscutíveis do meio-campo do F. C. Porto e teve um papel preponderante na dobradinha dos dragões, uma época depois de ter estado emprestado ao Wolverhampton. Ao todo, somou 47 jogos, 36 deles como titular, registando quatro golos e outras tantas assistências que lhe valeram a chamada de Fernando Santos à seleção portuguesa. Em entrevista ao JN, destaca a liderança de Sérgio Conceição como um dos segredos do sucesso coletivo e fala do desejo de marcar presença no Mundial do Catar, em novembro.

A par da conquista do campeonato e da Taça de Portugal também se afirmou no F. C. Porto. Foi a melhor época da carreira?

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG