Futebol

Vítor Murta nega salários em atraso no Boavista e ouve apelo para se recandidatar

Vítor Murta nega salários em atraso no Boavista e ouve apelo para se recandidatar

O auditório do Bessa encheu na noite de sexta-feira para ouvir o presidente do Boavista garantir que os salários estão em dia e detalhar a entrada do investidor Gérard Lopez.

Durante cerca de três horas, o presidente Vítor Murta explicou a 200 sócios do Boavista vários pontos da atual gestão do clube, numa sessão de esclarecimento que se realizou no Auditório do Estádio do Bessa, na noite de sexta-feira, e que acabou com apelos dos associados para Vítor Murta se recandidatar às próximas eleições do clube.

Entre os diversos assuntos abordados, Vítor Murta aproveitou para negar algumas notícias recentes e garantiu que os salários do plantel estão em dia, mas foi o processo de venda da maioria da SAD ao investidor Gérard Lopez que mais esclarecimentos motivou.

O presidente axadrezado explicou o processo de venda das ações da SAD, que chegou a motivar a intervenção da CMVM por alegadas irregulares, para além de detalhar o protocolo em vigor com Gérard López e os planos que o investidor luxemburguês tem para o clube. Os problemas financeiros e recuperação que tem vindo a ser feita nas contas da SAD ao longo último ano também foram motivo de discussão.

Para além de ouvirem os esclarecimentos do presidente, os sócios presentes também usaram da palavra para incentivar Vítor Murta a recandidatar-se ao cargo no próximo ato eleitoral, que ainda está longe e não tem data marcada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG