Futebol

Vitória de Guimarães apresenta-se com 10 reforços

Vitória de Guimarães apresenta-se com 10 reforços

O Vitória de Guimarães começou esta segunda-feira a preparar a época 2020/21, com 29 jogadores a realizarem exames médicos, 10 deles reforços.

No mesmo dia em que Tiago foi apresentado como treinador, substituindo Ivo Vieira no cargo, e que o presidente, Miguel Pinto Lisboa, prometeu um "novo paradigma" no futebol vitoriano, o plantel iniciou o trabalho com 10 novos elementos, todos eles com idades até aos 23 anos.

Os dois guarda-redes contratados, Matous Trmal e Nicolas Tiê, estiveram em Guimarães, tal como os reforços para a defesa Jorge Fernandes, Abdul Mumin, Yann Bisseck e Jonas Carls, os novos médios Kim Jung-Min e Jacob Maddox e os avançados Lyle Foster e Noah Holm.

O grupo às ordens de Tiago tem ainda três jogadores que, na época passada, alinharam pela equipa B, na série A do Campeonato de Portugal: o guarda-redes Celton Biai, de 20 anos, o lateral-direito Zié Ouattara, também de 20, e o médio Nico Janvier, de 22.

Com uma média de 22,4 anos e sete jogadores portugueses, o plantel vitoriano conta também com 16 elementos que transitam da época passada: os defesas Sacko, Suliman e Mascarenhas, os médios Mikel Agu, Pepê Rodrigues, Wakaso, Dénis Poha, Joseph, André André, Abouchabaka, André Almeida e João Carlos Teixeira e os avançados Marcus Edwards, Abou Ouattara, Rochinha e Bruno Duarte.

Já o guarda-redes Jhonatan, o lateral-direito Victor Garcia, os centrais Pedro Henrique e Frederico Venâncio, o lateral-esquerdo Florent, o extremo Ola John e o avançado João Pedro estão vinculados ao clube, mas não fazem parte dos planos para a época 2019/20, tendo ainda o futuro por definir, adiantou à Lusa fonte oficial dos minhotos.

O Vitória de Guimarães confirmou até agora as saídas dos guarda-redes Douglas, que terminou a carreira após 10 temporadas em Guimarães e permaneceu no clube com outras funções, e Miguel Silva, que rumou aos cipriotas do APOEL, do médio Al Musrati, que terminou contrato e rumou ao vizinho S. C. Braga, bem como a do extremo Davidson, que se mudou para o Alanyaspor (Turquia), e de Lucas Evangelista que foi para os brasileiros do Bragantino.

PUB

Já esta segunda-feira, foi a vez do lateral-esquerdo francês Florent trocar o emblema minhoto pelo do Paris FC, com o qual assinou contrato por três épocas.

O defesa Bondarenko (Shakhtar Donetsk), o médio Lucas Evangelista e o avançado Léo Bonatini (Wolverhampton), emprestados na temporada anterior, também deixaram o plantel vimaranense.

Depois de começar a treinar na terça-feira, o Vitória vai cumprir a primeira fase do estágio de pré-época em Guimarães, entre 22 e 28 de agosto, e a segunda fase em Quiaios, no concelho da Figueira da Foz, entre 29 de agosto e 5 de setembro.

A formação orientada por Tiago Mendes já agendou três jogos particulares, com o Berço, do Campeonato de Portugal, a 4 de setembro, com o Moreirense a 9, e com o Gil Vicente, também do principal escalão, no dia 12.

Plantel provisório Vitória de Guimarães para 2020/21:

Guarda-redes: Matous Trmal (Slovacko), Nicolas Tié (Chelsea) e Celton Biai (equipa B).

Defesas: Sacko, Zié Ouattara (equipa B), Suliman, Jorge Fernandes (Kasimpasa), Yann Bisseck (Roda), Abdul Mumin (Nordsjaelland), Mascarenhas e Jonas Carls (Viktoria de Colónia).

Médios: Mikel Agu, Wakaso, Pepê Rodrigues, Dénis Poha, Kim Jung-Min (Salzburgo), Joseph, André André, Jacob Maddox (Chelsea), André Almeida, Nico Janvier (equipa B), Abouchabaka e João Carlos Teixeira.

Avançados: Rochinha, Marcus Edwards, Abou Ouattara, Lyle Foster (Cercle Brugge), Noah Holm (Leipzig) e Bruno Duarte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG