Dérbi do Minho

Vitória reage ao Braga: "Como dizia o poeta, merece reflexão"

Vitória reage ao Braga: "Como dizia o poeta, merece reflexão"

O Vitória de Guimarães respondeu, este sábado, às acusações do Braga. Os arsenalistas acusaram os vimaranenses de ter "tudo planeado".

Num extenso comunicado publicado no site oficial, o Vitória lamentou a entrada tardia dos adeptos do Braga no Estádio D. Afonso Henriques, afirmando que o atraso da chegada dos adeptos é "recorrente".

"O Vitória S. C. acompanha o S. C. Braga no lamento sobre o atraso dos adeptos à chegada ao interior do Estádio. (...) Contudo, e como sabemos, o atraso na entrada dos adeptos nos recintos de futebol é recorrente e depende, exclusivamente, das forças de segurança, e não da vontade dos clubes. Ou será que o S. C. Braga também será responsável pelas inúmeras ocasiões em que os adeptos do Vitória S. C. entraram de forma tardia no seu recinto? Será que a entrada dos adeptos do Vitória S. C., praticamente ao intervalo, de um dos últimos jogos na cidade vizinha foi 'planeada' como insinuam que tal terá acontecido desta vez? Naturalmente que não", começou por escrever.

O Vitória de Guimarães abordou ainda o polémico tweet, afirmando ter sido escrito num "tom irónico" e acusando o Braga de ter feito também publicações provocatórias.

"Faz o S. C. Braga alarido de um tweet do Vitória S. C. em que, numa resposta a um comentário, e num tom irónico, o Vitória S. C. sublinha a força dos seus adeptos (...) Entendeu o S. C. Braga, assim como abusivamente alguma comunicação social, que apesar da escrita irónica e do uso de uma rede social mais informal, o tweet visava "afrontar" os adeptos do clube visitante. Não deixa de ser curioso, que o mesmo clube que no dia anterior colocou um post profundamente provocatório, tal como muitos outros colocados após o resultado do encontro da última época, acicatando rivalidades e criando animosidade", escreveu.

O clube vimaranense terminou o comunicado com críticas ao Braga por não se ter pronunciado acerca da morte do adepto vitoriano durante o encontro, vítima de uma paragem cardiorrespiratória.

"Terminamos com um profundo lamento. Ontem, no Estádio D. Afonso Henriques, perante um grande ambiente e num jogo muito bem disputado, faleceu um adepto do Vitória S. C. Porque o falecimento se deu num recinto desportivo, não só a família vitoriana estará de luto, mas todo o futebol português. Este facto, que se deveria sobrepor a tudo o resto e que nos deveria fazer repensar o quão efémera pode ser a vida, não mereceu uma única linha de quem diz não pretender "brincar ao futebol". Como dizia o poeta "'Merece reflexão'".