Futebol

Wigan declara falência em consequência da pandemia

Wigan declara falência em consequência da pandemia

O Wigan, do Championship, tornou-se esta quarta-feira no primeiro clube inglês a declarar falência devido ao impacto financeiro da pandemia de covid-19, apenas um mês após ser assumido por um consórcio de Hong Kong.

O Wigan, que em 2013 conquistou a Taça de Inglaterra, nomeou três administradores, Paul Stanley, Gerald Krasner e Dean Watson, para tentar inverter a situação, que também pode levar a uma pesada sanção da Liga.

Gerald Krasner, que foi presidente do Leeds, disse que o objetivo atual dos administradores é garantir que o clube complete todos os jogos nesta temporada e "encontre com urgência" opções para salvar o Wigan e os empregos das pessoas que trabalham no clube.

O clube do noroeste de Inglaterra é o atual 14.º classificado da Championship (segunda divisão inglesa), com 50 pontos, a 25 do líder Leeds, quando faltam disputar seis jogos para encerrar a época, interrompida três meses devido à pandemia de covid-19.

"O Wigan Athletic tem sido um ponto focal e fonte de orgulho para a cidade desde 1932, e qualquer pessoa interessada em comprar esta instituição desportiva histórica deve entrar em contacto diretamente com os administradores", refere.

Os administradores nomeados reconhecem que a suspensão da temporada, devido à pandemia de covid-19, teve um impacto significativo nas receitas do clube, que em 2019 registou um prejuízo de 9,2 milhões de libras (cerca de 10 milhões de euros).

O clube desceu em 2013 da Premier League (primeira divisão inglesa) - no mesmo ano em que derrotou o Manchester City na final da Taça de Inglaterra (1-0) - e caiu em 2015 para a terceira, mas regressou imediatamente ao Championship.

O ex-futebolista e antigo dono do clube Dave Whelan foi o responsável por levar o Wigan da quarta à primeira divisão, mas saiu de cena em novembro de 2018 com a venda a uma empresa de entretenimento internacional de Hong Kong.

Nessa mesma temporada, o clube conseguiu retornar ao Championship e, depois de ter garantido a permanência à justa na última temporada, está de forma confortável na décima quarta posição, tendo vencido os três jogos desde o reinício da competição.

Outras Notícias