Futebol

Wolverhampton perde com Arsenal e deixa fugir o United

Wolverhampton perde com Arsenal e deixa fugir o United

A equipa de Nuno Espírito Santo perdeu (2-0), este sábado, na receção ao Arsenal, na 33.ª jornada, e deixou fugir o Manchester United na classificação da Liga inglesa.

Com os internacionais portugueses Rui Patrício, Rúben Neves e João Moutinho de início, os wolves sofreram o primeiro tento em cima do intervalo, da autoria de Bukayo Saka, aos 43 minutos, antes de o francês Alexandre Lacazette fechar a vitória dos gunners, aos 86.

O internacional português Cédric Soares voltou a ser titular no Arsenal, enquanto o Wolverhampton, além de Rui Patrício, Rúben Neves e João Moutinho, contou com Diogo Jota e Pedro Neto, que foram lançados por Nuno Espírito Santo no decorrer da segunda parte.

Os wolves, que não perdiam há oito jogos na Premier League, continuam no sexto lugar, com 52 pontos, mas perderam a possibilidade de igualar o Manchester United, quarto, com 55, e ultrapassar provisoriamente o Chelsea, quinto, com 54 e que hoje recebe o Watford.

Os red devils golearam na receção ao Bournemouth por 5-2, novamente com Bruno Fernandes em destaque, ao fechar o marcador, aos 59 minutos, na marcação de um livre direto, depois de já ter 'bisado' na ronda anterior, diante do Brighton.

Em Old Trafford, os visitantes até se colocaram na frente, com um tento de Junior Stanislas, aos 16 minutos, só que Mason Greenwood, aos 29 minutos - assistido por Bruno Fernandes -, Marcus Rashford, aos 35, de grande penalidade, e o francês Anthony Martial, aos 45+2, operaram a reviravolta do United, ainda na primeira parte.

A reação do penúltimo colocado no segundo tempo, com o golo de Joshua King, aos 49 minutos, de penálti, acabou por ser travada pelo 'bis' de Greenwood, aos 54, antes de Bruno Fernandes 'selar' o terceiro triunfo seguido do Manchester United,

A formação comandada por Ole Gunnar Solskjaer continua a três pontos do Leicester, terceiro classificado, que colocou fim a uma série de três jogos sem vencer e bateu por 3-0 o Crystal Palace.

Sem o internacional português Ricardo Pereira, ainda a recuperar de grave lesão num joelho, os 'foxes' conseguiram o primeiro triunfo desde a retoma da competição, com um golo do nigeriano Kelechi Iheanacho, aos 49 minutos, e dois de Jamie Vardy, aos 77 e 90+4.

Com este bis, Vardy passou a centena de golos na prova (101), além de se ter isolado no topo da liderança dos melhores marcadores da presente edição da Premier League, com 21 tentos, mais dois do que gabonês Pierre Aubameyang, que hoje ficou em 'branco' na vitória do Arsenal.

O Norwich parece cada vez mais destinado à despromoção ao Championship, tendo-se afundado no último lugar, ao somar a quinta derrota seguida, na receção ao Brighton, por 1-0, com um golo do belga Leandro Trossard, aos 25 minutos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG