Investimento

Aberto concurso de 4 milhões para Norte contratar recursos humanos qualificados

Aberto concurso de 4 milhões para Norte contratar recursos humanos qualificados

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Regional do Norte (CCDR-N) abriu, na quinta-feira, um concurso para financiar com quatro milhões de euros a contratação de trabalhadores "altamente qualificados" para instituições sem fins lucrativos dos setores cultural e social.

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Regional do Norte (CCDR-N) abriu hoje um concurso para financiar com quatro milhões de euros a contratação de trabalhadores "altamente qualificados" para instituições sem fins lucrativos dos setores cultural e social.

O aviso hoje publicado pela CCDR-N, a que a Lusa teve acesso, prevê que o financiamento do programa operacional NORTE 2020 suporte, por um "período máximo de 36 meses [três anos]", 85% dos "encargos sociais obrigatórios e custos salariais" das pessoas a contratar, fixando as remunerações num mínimo de 1.200 euros para licenciados, num máximo de 2.025,35 euros para mestres e de 3.209,67 euros para doutorados ou pós-doutorados.

Até 30 de janeiro de 2020, podem apresentar candidaturas "instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos como museus, instituições de saúde, organizações não governamentais, entidades da economia social ou sociedades científicas e profissionais".

"O NORTE 2020 (Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020) canalizou quatro milhões de Euros do Fundo Social Europeu para a contratação de recursos humanos altamente qualificados no setor cultural e social", descreve a CCDR-N, em comunicado.

A afetação destas verbas "procura capitalizar o investimento da região do Norte na qualificação prestada pelas instituições de ensino superior e ultrapassar o desafio da retenção no território deste capital humano", acrescenta

O NORTE 2020 tem apoiado igualmente pequenas e médias empresas, e instituições de transferência de conhecimento, "tendo já aprovado um montante de 21,4 milhões de euros que asseguram 314 postos de trabalho", revela a CCDR-N.

Segundo o aviso, "os recursos humanos a contratar devem ter um grau académico com nível de qualificação igual ou superior a sete (mestres, doutorados ou pós-doutorados)" e "não podem ter vínculo de trabalho com a entidade beneficiária, ou entidades suas associadas durante os 12 meses anteriores à data da candidatura".

O documento esclarece que a região Norte "enfrenta dificuldades na retenção e valorização" de capital humano altamente qualificado, "por incapacidade de o absorver, quer pelas infraestruturas de investigação e desenvolvimento, quer pelas empresas ou entidades sem fins lucrativos".

As candidaturas "devem demonstrar o seu contributo [...] para a concretização da estratégia e do plano de atividades da entidade beneficiária, como forma de aquisição de massa crítica e de suporte ao desenvolvimento de processos que promovam a resposta a problemas concretos no âmbito da competitividade e dos desafios societais".

Isto, através "da inovação, enquanto introdução de um produto (bem ou serviço) ou processo novo ou significativamente melhorado, de um novo método de marketing ou de um novo método organizacional na prática do negócio/atividade, na organização do trabalho ou nas relações externas da entidade", mas também da "transferência e a valorização do conhecimento", acrescenta o documento.

O NORTE 2020 é um instrumento financeiro com uma dotação de 3,4 mil milhões de euros de apoio ao desenvolvimento regional do Norte de Portugal.