Premium

Acordo europeu autoriza exportação de máscaras

Acordo europeu autoriza exportação de máscaras

Ratificadas regras comuns para 30 países da Europa e periferia, que vão permitir que têxteis nacionais exportem sem constrangimentos de certificarem protótipos no país de destino.

O Comité Europeu de Normalização (CEN) alcançou um acordo voluntário com organismos de 30 países da Europa e zona periférica que vai facilitar as exportações de máscaras sociais. O documento permite ultrapassar a dificuldade de exportar máscaras com que se têm deparado os empresários do têxtil e do vestuário nacional.

O acordo voluntário entre os 30 organismos nacionais de normalização que fazem parte do CEN define os requisitos mínimos, regras de ensaio e utilização que as máscaras devem ter para poderem entrar nos países que ratificaram o documento. Embora não se trate de uma norma oficial da União Europeia - esta está em curso, mas vai demorar pelo menos mais um ano -, é já um acordo que vai "facilitar as nossas exportações de máscaras", afirma João Neves, secretário de Estado Adjunto e da Economia, ao JN.