Exclusivo

Agências de viagens batem recordes da década

Agências de viagens batem recordes da década

Nem a crise recente nem as reservas diretas pela Internet diminuíram a atividade do setor em Portugal. Desde o início do século que não viajávamos tanto, em férias ou em trabalho.

Nunca existiram tantas agências de viagens em Portugal, a empregar tantas pessoas e com um volume de vendas que deverá, este ano, atingir valores equivalentes ou superiores aos melhores da década, segundo cálculos da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT). Os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE) revelam que nem a crise financeira recente, nem a aparente concorrência das reservas diretas que a Internet colocou ao alcance de qualquer pessoa afetaram o ritmo de nascimento de novas agências, animadas pelo aumento das viagens dos portugueses, que não atingiam valores tão elevados desde o início do século.

"Há um ano, encomendámos um estudo sobre o setor que revelou que este é mais sensível às crises do que a economia em geral, mas reage mais depressa no momento da recuperação, inclusive primeiro do que a economia e do que o turismo, no seu todo", adiantou Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG