Economia

Alerta em 2010 para buraco de milhões no Porto

Alerta em 2010 para buraco de milhões no Porto

Os auditores e o Conselho Fiscal do Metro do Porto alertaram, há dois anos, para o "impacto negativo" dos "swaps" nas contas da empresa. O aviso surgiu na análise do relatório de 2010, mas não foi repetido.

As contas da empresa, tal como hoje, eram fiscalizadas por dois auditores e pelo Conselho Fiscal, em que um dos vogais era o autarca socialista Guilherme Pinto. Aquele órgão, presidido por Maria Fernanda Martins, considerou "determinante" na apreciação das contas de 2010 o impacto negativo dos instrumentos financeiros derivados, vulgo "swaps", nos capitais próprios da Metro do Porto.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Outras Notícias