PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Economia

António Vitorino e Campos e Cunha na administração do Santander

António Vitorino e Campos e Cunha na administração do Santander

O ex-eurodeputado socialista António Vitorino e o ex-ministro das Finanças Luís Campos e Cunha vão integrar, como independentes, o Conselho de Administração do Santander Totta, segundo uma proposta a votar no dia 31 na assembleia geral anual do banco.

Nos termos da proposta de eleição dos órgãos sociais para o triénio 2016/2018 do Santander Totta, o Conselho de Administração do banco passa a integrar três mulheres, já que Inês Oom de Sousa e Remedios Ruiz Macia juntam-se a Isabel Mota, que já era membro independente daquele órgão.
António Basagoiti mantém-se como presidente do Conselho de Administração, continuando também na vice-presidência António Vieira Monteiro, que permanece como presidente da Comissão Executiva e Enrique Candelas, como não executivo.

O Santander Totta comprou a participação do Estado no Banif por 150 milhões de euros no final do ano passado, em que a operação envolveu um apoio público estimado de 2255 milhões de euros, dos quais 489 milhões de euros pelo Fundo de Resolução e 1766 milhões de euros diretamente pelo Estado.

O negócio está a suscitar polémica e decorre no Parlamento uma comissão de inquérito parlamentar à operação.