Exclusivo

Ausência de pragas faz bater recorde de produção de azeite

Ausência de pragas faz bater recorde de produção de azeite

Previsão aponta para 150 mil toneladas este ano. Chuva que veio no tempo certo também ajudou campanha inédita.

A produção de azeite na campanha 2021/2022 deverá render 150 mil toneladas de azeite a Portugal, um valor recorde. O Alentejo tem o maior peso nesta previsão, já que é responsável por 85%. Em Trás-os-Montes e Alto Douro o ano olivícola deverá ser normal, até 15 mil toneladas, mas de boa qualidade (ver texto ao lado). A colheita da azeitona nos olivais só deverá começar em meados de outubro, mas, a não ser que ocorram fenómenos meteorológicos anormais, já se perspetiva uma safra extraordinária.

A Olivum - Associação de Olivicultores e Lagares do Sul, com sede em Beja, baseia-se em dados do Instituto Nacional de Estatística e do portal Pordata, para confiar numa "produção recorde de 150 mil toneladas de azeite" em Portugal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG