Exclusivo

Baixa do ISP só compensa a partir dos 93 litros

Baixa do ISP só compensa a partir dos 93 litros

A descida do ISP confirmada ontem pelo Governo não vai baixar a conta dos combustíveis a todos os portugueses, uma vez que acaba o Autovoucher. No caso dos cidadãos, só os que gastam mais de 93 litros de gasóleo ou 96 litros de gasolina por mês é que vão pagar menos. As medidas de combate à inflação focam-se mais nas empresas e nos desfavorecidos.

O dia 1 de maio poderá marcar a "troca" entre o Autovoucher, atualmente em vigor - que atribui 20 euros mensais a quem abastece 50 litros ou mais - e a redução do ISP numa dimensão equivalente aos 13% de IVA. Numa comparação entre os dois descontos, é possível perceber que a redução do ISP só é melhor que o Autovoucher para quem abastece mais do que 93 litros por mês. Isto no caso de particulares, pois as empresas saem sempre beneficiadas dado que o Autovoucher não as abrangia.

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, avisa que a redução do ISP tem caráter "excecional", "transitório" e ainda terá de ser aprovada no Parlamento. Ainda assim, entende que o ISP "é mais universal" que o Autovoucher, pois "abrange famílias e empresas" e "não tem limite". Desde novembro do ano passado, o Governo gastou 90 milhões de euros com o Autovoucher. Prevê, com a redução do ISP, gastar cerca de 80 milhões por mês.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG